Conecte-se conosco

Próxima Parada

Seguro Viagem

Como visitar o Pão de Açúcar na Irlanda

Europa

Como visitar o Pão de Açúcar na Irlanda

Como visitar o Pão de Açúcar na Irlanda

A Irlanda é um país muito procurado por brasileiros que querem aprender inglês e ter a oportunidade de trabalhar de forma regular na Europa, e eu fui um deles. Cheguei por lá em 2010 e acabei ficando 5 anos e meio, morando, estudando e trabalhando.

Tive o prazer de explorar cada ponta da ilha da esmeralda e conhecer dezenas de cidades que me fazem até hoje sentir uma grande saudade de tudo o que vi e vivi por lá. Pra mim é sempre uma grande satisfação compartilhar algo que possa agregar, pra vida dos intercambistas que por lá vivem ou vão viver, como também para os turistas.

O objetivo com esse post, é mostrar um lugar que pra mim é super interessante e que acaba estando um pouco fora da rota comum dos turistas que vão pra passar poucos dias no país, ou até mesmo estudantes, que vão pra ficar uma temporada maior, mas nem sempre exploram como podem.

Onde fica o Pão de Açúcar da Irlanda?

O Pão de Açúcar Irlandês, conhecido como Great Sugar Loaf, está localizado a pouco mais de 30 km ao sul de Dublin, na parte leste do condado de Wicklow, bem próximo da cidade costeira de Bray. O morro possui 501 metros de altura, e se destaca das outras formações que o cerca, devido ao seu formato que vai afunilando nas proximidades do topo.

Como devo fazer pra chegar no Pão de Açúcar?

Bem, existem várias maneiras de chegar lá, além de alugar um carro, pedir carona pra algum amigo ou pegar um uber, eu sugiro um tour que vai te dar mais prazer, e pode ser um dia todo de passeio, tanto pra você que queira fazer só, como também para seu grupo de amigos.

Saindo de Dublin, você pode pegar um ônibus ou trem com destino final na cidade de Bray, é fácil encontrar qual o número correto e horário atualizado na internet.

Bray será o seu ponto final do transporte vindo de Dublin e seu ponto inicial da caminhada que te levará até o topo do Pão de Açúcar.

Se você colocar no google maps, ele vai te informar que do centro de Bray, onde o seu onibus/trem para, são pouco mais de 9km até o morro, e que isso deve ser feito mais ou menos em 2 horas e meia. Ou seja, fique bem atento sobre a hora de chegada, pois será o mesmo tempo pra volta, não deixe pra ir muito tarde, e voltar a noite.

Acredito que essa é uma boa base de tempo para você iniciar a programação do seu tour.

Estando em Bray, ao olhar ao seu redor já vai ser possível ver o topo do Sugar Loaf, portanto é fácil de se localizar, mas caso tenha dúvidas, leve seu celular com internet e escreva: Great Sugar Loaf, coloque a opção de mostrar a distancia andando, e desta maneira você não irá se perder dentro da cidade.

(Foto: Vista do Pão de Açúcar do centro da cidade de Bray, ponto de partida da caminhada)

Do centro da cidade, você deve caminhar em direção a rodovia N11, uma das principais naquela área.

Neste trecho, a caminhada é super tranquila, e existe a pista para pedestre na lateral das ruas que saem do centro de Bray em direção a rodovia.

(Foto: Saindo do centro de Bray, andando em direção a rodovia N11)

Ao chegar na N11, ficará mais visível ainda o morro, você terá a opção de andar na lateral da rodovia até o inicio da Quill road, que dará acesso ao caminho que te levará ao seu destino, ou ver alguma das rotas internas, passando por estradas mais rurais e fazendas, que o google maps disponibiliza, assim vai tornar sua caminhada mais interessante, mas poderá levar mais tempo do que o previsto anteriormente. Fique a vontade para escolher qual caminho prefere seguir, recomendo apenas que estude com cautela a rota que vai fazer, antes de sair sozinho ou com seu grupo pra essa aventura.

Existe um app que é free e chama activeme.ie (<- clique para entender mais) que disponibiliza várias rotas para que você não se perca e tenha um tour tranquilo. Volto a falar, vale a pena baixar o app e se programar bem antes do passeio.

Depois que você sai da N11, uma das rotas de acesso, pode ser uma estrada asfaltada, que não tem acostamento, portanto você deve tomar bastante cuidado. Fiz esse mesmo trecho algumas várias vezes, e nunca tive problemas. Mas cautela de todos do grupo é fundamental para que nenhum problema aconteça.

(Foto: Já nas proximidades do morro, um dos acessos é por uma estrada sem acostamento, é necessário atenção ao andar por lá)

Bem, neste momento, você já está bem próximo da metade do seu tour, que é o topo do Pão de Açúcar, e deve seguir as placas que vai te levar ao estacionamento do Great Sugar Loaf.

(Foto: Saindo do estacionamento, existe uma trilha de pedras, que vai te dar a direção para a subida ao topo)

Qual o grau de dificuldade da subida?

Eu particularmente considero o grau de dificuldade quase que inexistente.

Existe um caminho que todos fazem, sem muito esforço, onde basicamente você tem que caminhar e saber o local certo para dar o próximo passo, pois são pedras grandes e largas, mas não tem nada de dificuldade. Eu não consideraria como uma escalada, pois é uma caminhada simples, onde você vai ver crianças e idosos subindo e descendo todos os dias.

(Foto: O inicio da subida ao pico do Pão de Açúcar)

Um dica importante é para você checar o clima para o dia programado do seu passeio.

Chuva ou neblina, poderá dificultar um pouco mais o acesso ao topo, pois as pedras se tornam escorregadias e a neblina pode vir a dificultar a visão dos caminhos a serem seguidos. Portanto estejam ligados ao clima antes de saírem de Dublin.

(Foto: Já bem próximo do topo do Pão de Açúcar)

Qualquer caminho da trilha vai levar ao topo, não existe uma rota fixa, então veja a que você se sente mais seguro, e siga com cautela, é bem tranquilo.

(Foto: A vista do topo é bem bonita, da pra ver o Powers Court Garden, a cidade de Bray e mais montanhas de Wicklow, mas como disse, veja o clima antes de partir)

Qual o melhor caminho para a volta?

Bem, depois que você estiver no topo do Pão de Açúcar, vai conseguir enxergar mais possibilidades de rotas para sua volta.

Verifique no app que foi sugerido acima, se há uma rota existente que te interesse, e siga com tranquilidade, existem dezenas de outros caminhos que vão te levar de volta a Bray, vale a pena experimentar algo novo, e conhecer um pouco mais daquela área.

(Foto: No caminho de volta para Bray)

Existe também a possibilidade de pegar transporte público próximo da N11, eu particularmente nunca peguei, pois sempre na volta, parávamos em algum lugar em Bray pra comer, e optávamos por começar e terminar o passeio por lá.

Fique a vontade para pesquisar, e ver os horários dos ônibus que param em algum outro ponto mais próximo do morro, que você decida voltar para Dublin.

(Foto: Vista do mar, de Bray e da N11, uma das principais rodovias daquela região)

O que devo levar para comer:

Das ultimas vezes que fui, assim que chegávamos no “pé do morro”, sentávamos por lá mesmo, e fazíamos meio que um picnic.

Era um momento legal, onde dividíamos comida, e tínhamos um momento de interação total do grupo.

Normalmente levávamos água, sanduíche natural, frutas, chocolates e barra de cereal, mas enfim, você pode levar qualquer coisa que possa matar sua fome e sede, caso ela apareça.

Dica mais importante do post:

O intercambio é feito de momentos únicos e especiais com pessoas do mundo todo e também de conterrâneos do Brasil todo.

Escolha um grupo de pessoas com o mesmo propósito e faça como nós da foto abaixo, se divirta, explore o país, ande bastante, pesquise, crie um amor ainda maior pela experiência de vida que você está passando neste momento.

A possibilidade de se arrepender disso que eu estou te sugerindo é muitíssimo remota!

(Foto: 12 brasileiros e 2 francesas, parte de um grupo de caminhadas que formamos na Irlanda e que juntos exploramos dezenas de lugares neste país incrível).

Quem escreve aqui pra vocês é Danniel Oliveira, espero que tenham gostado, se sim, por favor compartilhe com seus amigos que estão ou vão pra Irlanda, e vamos torcer pra que eles também possam viver essa experiência super interessante por lá.

Obrigado a todos, até mais!

 

É isso pessoal, obrigado a todos que seguem os meus canais.

Te recomendo seguir o Próxima Parada também no YouTube, Instagram e Facebook, os links estão logo abaixo, tem muito material legal por lá:

SIGA o Próxima Parada em todas as redes sociais:

Facebook: https://www.facebook.com/danniel.proximaparada/ ou clique AQUI

Instagram: https://www.instagram.com/dannieloliveira/ ou clique AQUI

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCueX3PnBsHwGEpX65pvLEGA ou clique AQUI

 

Continuar Lendo
Anuncio
mm

Danniel Oliveira, viajante que ama fazer trabalhos voluntários ao redor do Mundo, já conheceu 58 países e tem como sonho conhecer cada vez mais culturas, pessoas, aprender sempre com elas e trazer algum tipo de mensagem positiva para suas respectivas vidas.

Clique para comentar

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Europa

Topo