Conecte-se conosco

Próxima Parada

Seguro Viagem

Viagem super barata de carro pelo Marrocos

África

Viagem super barata de carro pelo Marrocos

Viagem super barata de carro pelo Marrocos

Conhecer o Marrocos, viajar pelas mais variadas cidades e explorar um pouco o Deserto do Saara, é o sonho de muito viajante, e também foi o meu  por um bom tempo.

Sempre que pensava em planejar uma viagem por lá, me vinha a cabeça o que meus amigos que já haviam visitado sempre falavam. A maioria voltava super feliz pois eles haviam fechado pacotes onde estavam inclusos acomodação, tours, guias e transporte interno, tudo isso com preços super acessíveis, e eu achava aquilo demais, pois sabia que iria conhecer o país, conhecendo muita coisa legal e gastando pouco.

Por diversas vezes, acabei deixando passar a chance de viajar com amigos que estavam indo, pois nunca dava certo, até que um dia, em uma conversa informal, surgiu a idéia de conhecer o Marrocos, com mais 4 amigos, e assim começamos as pesquisas.

O Planejamento:

Sou muito curioso com lugares que nunca fui, então sempre leio bastante sobre os lugares, tento achar matérias em Português, e também leio muito em Inglês, pois tem muito mais conteúdo disponível nesse ultimo idioma.

Logo no inicio da viagem, li o relato de uma viajante que havia alugado um carro e explorado o país por semanas, um comentário que ela fez ficou gravado na minha cabeça, ela escreveu que as estradas eram perfeitas, e que o transito era muito tranquilo, as pessoas respeitosas, com muito policiamento, e foi ai que comecei a cogitar a possibilidade de também alugar um carro, mas estava ainda no inicio das pesquisas.

Procurando por pacotes fechados direto com agencias, vi que o prazo para tudo era muito corrido, e não teríamos a liberdade de fazer o que queríamos, aquilo começou a me chatear.

Um certo dia, decidi planejar tudo de forma independente, então baseado na quantidade de dias que passaríamos pelo país, fiz uma rota onde chegaríamos por Marrakesh, conheceríamos tudo por lá, com um carro alugado, viajaríamos pro norte da cidade, e chegaríamos a cidade de Fés, onde passaríamos alguns dias, de lá iríamos para Merzouga (leste), a porta de entrada para os passeios de camelo e acampamento no deserto do Saara, passaríamos uns dias também por lá, e atravessaríamos o país até a costa oeste, onde chegaríamos em Essaouira, onde descasaríamos de frente pra praia e seria nossa ultima parada antes de voltarmos direto para o aeroporto em Marrakesh, pra devolver o carro, e partiríamos de volta para Dublin, cidade que eu morava naquela época.

(Foto: Roteiro planejado para percorrermos com carro alugado chegando e saindo por Marrakech)

Mesmo sabendo que eu havia levantado muitas informações legais, fiquei preocupado dos meus amigos não aceitarem a sugestão, e preferirem o passeio com a agência. Assim que conversamos, foi unanime, todos optaram pela viagem independente, e começamos então as pesquisas em grupo, para saber o que fazer, onde dormir, quanto tempo ficaríamos em cada local.

  • Primeira parada: Marrakesh:

(Foto: Chegada no aeroporto de Marrakech)

Marrakesh é uma cidade incrível, ficamos hospedados em um hostel no centro da Medina, a parte mais antiga da cidade, cercada por um gigante mercado de rua, onde você encontra de tudo.

Saimos um pouco do centro, visitamos lugares bem interessantes como os listados abaixo (clique no nome para ver fotos no google):

(Foto: Sultan’s Palace)

(Foto: Mercado de frutas na Medina em Marrakech)

O melhor momento do dia pra mim, era quando parávamos para comer, eu sou louco por diferentes culinárias, então estava sempre experimentado novos pratos, cuscuz marroquino, tagine, b’ssara e muitos outros pratos deliciosos, passaram a fazer parte do meu cardápio diário.

(Foto: Variados tipos de vegetais cozidos, com um tempero bem único. Um dos meus pratos favoritos)

Exploramos bastante a cidade, andando bastante durante o dia e noite, então após alguns dias decidimos partir para nossa próxima destino.

  • Segunda parada: Fes:

(Foto: Saindo de Marrakech a caminho de Fes)

Depois de dirigir pouco mais de 540 km, eu estava ansioso para chegar em Fes, pois ouvi falar muito bem da Medina da cidade, que é a maior e mais antiga do Norte da África, e ficaríamos hospedados em um hostel bem no centro.

Chegamos a noite, pois paramos bastante no caminho, as paisagens eram surreais, então sempre parávamos pra tirar fotos. Esse é um dos pontos legais de ter um carro só pro grupo, pois dá pra ter essa liberdade de parar onde quiser.

(Foto: No caminho para Fes, achamos uma casa bem antiga destruída, entramos pra explorar os arredores)

(Foto: Janelas da casa destruída)

Na manhã seguinte, exploramos vários lugares legais, alguns deles foram:

  • Passamos pela Universidade de Al Karaouin que é a mais antiga do Mundo, segundo a Unesco;
  • Visitamos o famoso Blue Gate (Bab Boujeloud), marco da entrada da Medina em Fes;
  • Fomos ao famoso Chouara Tannery, curtume onde os artigos de couro são tingidos. O cheiro do couro é tão forte, que os lojistas dão um ramo de hortelã, assim que os turistas chegam. Mesmo assim, é dificil ficar lá por muito tempo.

(Foto: Visita ao Curtume de Chouara Tannery, para ver como o couro é tingido)

(Foto: As mais variadas cores são encontradas)

Em Fes, saímos um pouco da área antiga da Medina, e fomos explorar um pouco a cidade.

Achei super interessante, carros novos, prédios e casas boas e novas, não parecia estar no “Marrocos” que eu sempre ouvia falar.

Foi surpreendente ver tanta coisa moderna, pessoas bonitas e elegantes, levando uma vida normal, como em qualquer outra grande cidade ao redor do mundo.

(Foto: Tirada da cobertura do Hostel que ficamos acomodados)

  • Terceira parada: Merzouga:

A viagem de Fes a Merzouga é longa e cansativa. São 470 km, que fizemos em pouco mais de 10 horas de viagem, devido as paradas para ir ao banheiro, comer, abastecer e tirar fotos.

Ali é basicamente a porta para o Deserto do Saara, já na divisa com a Argélia, foi muito interessante passar por cidades pequenas, onde é notável que não é o destino de muitos turistas. Quando falávamos que éramos do Brasil, todo mundo ficava super feliz, e sempre associavam a algo relacionado a futebol. Aquela farra de sempre.

Chegamos em Merzouga no fim do dia, já estava quase anoitecendo, fomos direto para nossa acomodação, um hotel simples, com preço bom e com localização estratégica para os passeios que queríamos fazer.

Eu farei aqui nesse post, um super resumo do que fiz em Merzouga, e minha próxima matéria será mais detalhada somente sobre essa parada, pois vale a pena passar mais detalhes (então fiquem de olho aqui no canal).

No deserto, fizemos dois passeios, um de carro, onde visitamos um vilarejo onde participamos de uma dança local; de lá fomos tomar chá com nômades, uma família que mora no meio do deserto; e fomos também visitar uma cidadela destruída, já na divisa com a Árgelia.

No mesmo dia, no fim da tarde, pegamos os camelos em direção ao deserto do Saara, onde jantamos, dormimos e no outro dia voltamos para Merzouga.

Prometo que vai valer a pena esperar por mais detalhes! 😉

  • Quarta parada: Essaouira:

Depois de vários dias dirigindo, andando de camelo, dormindo em desertos, nada mais justo do que tirar uns dias para descansarmos de frente para a praia, de frente pro oceano atlântico.

 

A teoria era perfeita, tiramos então um dia inteiro para dirigirmos os 760 km que ligam o deserto em Merzouga até Essaouira, do outro lado do país.

(Foto: Um dos vários vilarejos que passamos na viagem entre Merzouga e Essaouira)

Mesmo divindo a direção com outros membros do grupo, todos estavam muito cansados, pois os dias eram super ativos, andando muito, conhecendo novos lugares o tempo todo, bebendo sempre que podíamos, então essa ultima perna da viagem foi exaustiva, mas ao chegarmos na praia, vimos o quanto valeu a pena.

(Foto: Finalmente descansando de frente pra praia em Essaouira)

Essaouira é uma cidade surpreendente.

Muitos turistas de todas as partes do mundo, vão ali para aproveitar a praia, e ver um outro lado do Marrocos.

(Foto: Essa foto acho incrível pois mostra pessoas trajando roupas típicas locais, como também turistas, camelos, cavalos, tudo se mistura de frente pra praia, cada um respeitando a cultura do outro e se colocando como deve ser)

(Foto: Senhor andando com seu camelo pela praia, ele oferecia para os turistas para dar uma volta e tirar fotos)

É encantador ver tanta arte interessante que aquele povo faz e vende nas feiras de rua.

(Fotos: Mostra um pouco das artes expostas nas ruas de Essaouira)

Dormimos num hotelzinho simples mais uma vez, mas muito bem localizado, então era bem agradável sair de lá andando para fazer tour.

No ultimo dia que ficamos por lá, pegamos o carro, e fomos dirigindo até achar uma praia legal, onde descemos e passamos uma tarde incrível. Alugamos quadriciclo, jetski, nadamos bastante e pegamos um por do sol surreal de maravilhoso.

 

(Foto: Andando de Jetski na praia.)

Era como se estivéssemos encerrando nossa jornada por terras marroquinas com chave de ouro.

(Foto: Ultimo por do sol da viagem.)

No ultimo dia, pegamos o carro novamente, e dirigimos 200km direto pro aeroporto.

Foi unanime nossa opinião sobre o país: INCRÍVEL.

Marrocos é o tipo do local que vale muito a pena ir com tempo, para aproveitar com calma tudo que tem pra oferecer.

Riquíssimo em cultura, com pessoas muito gentis, que estão sempre abertos a ajudar e mostrar as maravilhas daquele país.

(Foto: Essa é a galera que viajou comigo pro Marrocos, Marina, Ana Heloísa, Alvaro e Arthur)

  • Gastos da viagem:

Bem, por tudo que essa viagem de 10 dias proporcionou, e pela velocidade que viajamos, acredito que o valor investido foi muito justo. As despesas foram:

– Voos ida e volta Dublin – Marrakech;

– Aluguel de Carro e combustível por 10 dias;

– Acomodação / Alimentação / Passeios em 4 cidades;

– Despesas extras como bebidas, aluguel de quadriciclo e jetski, lembranças.

Bem, o gasto total dessa viagem foi entre 550 a 600 euros por pessoa, com todas as despesas acima pagas.

 

Espero que essa matéria ajude um pouco aqueles que buscam o que fazer em sua viagem ao Marrocos.

Qualquer dúvida, só escrever aqui no post ou mandar por email (proximaparada.info@gmail.com) que estarei sempre disposto a ajudar.

Valeu, e até a Próxima Parada! 😉

 

SIGA o Próxima Parada em todas as redes sociais:

Facebook: https://www.facebook.com/danniel.proximaparada/ ou clique AQUI

Instagram: https://www.instagram.com/proximaparada.ie/ ou clique AQUI

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCueX3PnBsHwGEpX65pvLEGA ou clique AQUI

Continuar Lendo
Anuncio
Clique para comentar

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em África

Topo